Academia do Cérebro

Habitualmente as pessoas idosas formulam queixas relacionadas com falhas de memória que são vistas com certa preocupação. Estes problemas de memória podem comportar uma série de limitações na autonomia e na qualidade de vida. A origem desta perda pode ter diversas explicações: lesão cerebral, depressão, demência, longo período de hospitalização, ou simplesmente uma falta de atividade mental. As pesquisas existentes ressaltam que o cérebro precisa de exercícios assim como o corpo, para manter-se forte e ativo.

Através das atividades da Academia do Cérebro, a estimulação cognitiva objetiva restaurar e manter a capacidade mental dos participantes. A participação neste tipo de programa pressupõe uma avaliação neuropsicológica prévia, a fim de identificar o perfil de funcionamento cognitivo da pessoa.

A estimulação consiste em uma série de atividades e exercícios de treino das funções cognitivas, como seja a memória, a atenção, o raciocínio, a capacidade de resolução de problemas, entre outras aplicadas e conduzidas sob supervisão de uma Neuropsicóloga.

O programa é orientado para um grupo de pessoas que experienciam alguma dificuldade ou perda cognitiva inicial, que possam estar a interferir com o funcionamento diário da pessoa, como por exemplo, problemas com a memória.

Os encontros podem ser de uma á duas vezes por semana, com uma hora de duração e nestas sessões os participantes realizam várias atividades de treino mental relativas às diferentes funções cognitivas, de acordo com um programa previamente estruturado; fazendo uso também de recursos audiovisuais e computador, tornando as atividades bem dinâmicas. O investimento é bastante acessível, visto ser diluído no grupo.

Academia do Cérebro, também possibilita uma melhora no estado geral de humor, devido a troca de experiências entre os participantes que acabam oferecendo um suporte emocional num ambiente acolhedor; promovendo a saúde mental e qualidade de vida dos participantes.



Celma de A. Marcelino
Neuropsicóloga
CRP 05-14365